domingo, 2 de dezembro de 2012

é madrugada!



Vem me trazer calor, fervor, fervura
Me vestir do terno da ternura



Zeca Baleiro 
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...