a sombra das coisas que tu vês sou eu.


Joaquim Manuel Magalhães
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!