A noite é:



A noite é um telefone público.
Uma voz que não atende.
Um corpo que se agita no desassossego do meu.



Al Berto
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!