A dor é uma estrada:
você anda por ela,
 no adiante da sua lonjura,
 para chegar a um outro lado.
 E esse lado é uma parte de nós
 que não conhecemos.



Mia Couto,
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!