Vou me perguntando até quando
vou parecer essa simples mistura
de farinha, água e sal para o mundo
quando aqui dentro
eu sou um mar inteiro.



Caio F. Abreu
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!