solidão...



não creio como eles creem,
não vivo como eles vivem,
não amo como eles amam...

mOrrErEI
como eles morrem.


Marguerite Yourcenar,
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!