Há muito tempo que o meu axioma é de que as pequenas coisas são infinitamente as mais importantes.



Arthur Conan Doyle
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!