Esse mar é uma espécie de eternidade.


Esse mar é uma espécie de eternidade. 
Quando eu era criança, ele golpeava e golpeava. mas também já golpeava quando meu avô era criança, quando era criança o avô do meu avô...


 Mario Benedetti.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!