segunda-feira, 12 de novembro de 2012

E tanto faz, de tudo que ficou, guardo um retrato teu, e a saudade mais bonita....

Amor destes meus olhos nunca enxutos,
Adeus - saudade:
Adeus:
amo-te , muito, muito.


Afonso Duarte
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...