cumplicidade!...



diz-me um segredo qualquer coisa inacessível dessa tua alma

alguma coisa que eu possa ainda fingir que não sei



gil t. sousa
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!