segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Dignidade de ser!


"Dignidade é quando a solidão de ter escolhido ser, tão exatamente quanto possível, aquilo que se é e dói muito menos do que ter escolhido a falsa solidão de ser o que não se é, apenas para não sofrer a rejeição tristíssima dos outros."



Caio F. de Abreu
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...