domingo, 9 de setembro de 2012


quando desaparecer
hei-de pedir à noite
que me consuma com ela
que me devaste a alma
não quero mais
quero desaparecer na noite
e só de noite consumir-me



António Gancho
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...