nem à hora da morte me arrependaria de ter amado...


"Posso arrepender-me de ter mentido, de ter sido a causa de ruínas e sofrimentos mas nem à hora da morte me arrependeria de ter amado..." 




Graham Greene

*e mesmo amando o mais que pude... não amei o suficiente!
7 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!