sexta-feira, 31 de agosto de 2012

De repente me tornei, uma estranha pra Você...


se envelhecesses a meu lado, cedo perceberias
que nunca fui digno do teu rosto ou da tua ternura.

é isto que penso quando me lembro que partiste.




José Luís Peixoto
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...