Quis a tua nudez.
Não quis que te despisses.




David Mourão-Ferreira
5 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!