É nas linhas das mãos que os deuses escrevem os mais belos romances. 

Nas nossas, porém, somente elaboraram um divertimento, um esboço, um rascunho, 
nem sequer literatura. 


Maria do Rosário Pedreira,
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!