fecharia os olhos sob os anéis dos astros e entre os violinos e os fortes poços da noite, descobriria a ardente ideia da minha vida.




Herberto Helder

**Amigos: saudades infinitas daqui... Continuo sem internet, e no final do semestre, o tempo está escasso. 

***OBRIGADA pelo carinho, bjkas
9 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!