Eu estou sempre em débito com os meus fantasmas e os meus demônios.
São os mais exigentes que conheço.



 João Antônio
20 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!