e por dentro do amor, até somente ser possível amar tudo, e ser possível tudo ser reencontrado por dentro do amor,


Herberto Helder
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!