Você não saboreou meu suor, 


Eu não lhe provei as lágrimas.


É no líquido que somos desvendados.




Martha Medeiros
10 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!