doeu-me!

...porque andei sempre sobre meus pés

e DOEU-ME às vezes viver...

Mia Couto
11 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!