Poderia ser descrita por Balzac. Palavra-por-palavra: expressão! 



Cecília Braga
9 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!