Eu te oferecerei, pérolas de chuva vindas de países
Onde nunca chove
Eu escavarei a terra mesmo depois da minha morte,
Para cobrir teu corpo de ouro e de luz


Maria Gadú
14 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!