Eu fui seguindo meu instinto, as coisas que tinha vontade de fazer. Só isso.



Caio Fernando de Abreu
8 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!