Duas palavras gigantescas: Sinto muito!



Markus Zusak in A Menina que Roubava Livros
13 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!