A verdade, a verdade temível, é esta:
Hora a hora resvalo de mim-próprio. Transbordo.
Como sofro...




Mário de Sá-Carneiro
8 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!