terça-feira, 3 de abril de 2012


A verdade, a verdade temível, é esta:
Hora a hora resvalo de mim-próprio. Transbordo.
Como sofro...




Mário de Sá-Carneiro
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...