Uma fogueira é sempre uma celebração 
Entre o ar e outra matéria.


Vem. Vamos arder nos braços um do outro. 


Depois, as cinzas hão-de espalhar-se 
Pela memória desta noite.




Joaquim Pessoa
17 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!