quarta-feira, 11 de abril de 2012

Tudo o que dorme é criança de novo. Talvez porque no sono não se possa fazer mal, e se não dá conta da vida, o maior criminoso, o mais fechado egoísta é sagrado, por uma magia natural, enquanto dorme. Entre matar quem dorme e matar uma criança não conheço diferença que se sinta.



Fernando Pessoa
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VaZiOs