Nas formas de um corpo de mulher...



Ó noite, coalhada nas formas de um corpo de mulher

Vago
Belo
Voluptuoso,

Num bailado erótico, com o cenário dos astros, mudos e quedos.


Fernando Namora
4 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!