Escreverás meu nome com todas as letras, com todas as datas, e não serei eu. Repetirás o que me ouviste,o que leste de mim, e mostraras meu retrato, e nada disso serei eu. Dirás coisas imaginárias, invenções sutis, engenhosas teorias, e continuarei ausente. Somos uma difícil unidade, de muitos instantes mínimos, isso serei eu. 



Cecília Meireles


*Divino!
12 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!