domingo, 1 de abril de 2012

E olho o infinito, como se lá, pudesse te encontrar


Eu O desejava como se desejam todas as coisas perdidas para sempre


Milan Kundera
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...