...ver-te assim, noturno segredo...


...gosto de ver-te assim,
noturno segredo,
à luz, quase um brinquedo,
projetado de mim...



 
Fernando Campanella
13 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!