quarta-feira, 7 de março de 2012


Tenho pés para andar e olhos para ver. Posso sentar-me ou fechar os olhos e dizer que não há sol nem estradas. Mas eu sei que há estradas e sol e que os olhos vêem e os pés andam. Por mais que eu queira, quando sei por dentro que uma coisa está certa, eu tenho de saber que está certa. E ainda que os outros saibam que está errada, isso não me ajuda.




Vergílio Ferreira

*Desculpem a demora em responder ou visitá-los: trabalho integral e faculdade à noite: mas em breve passo aí, pra me maravilhar. bjkas!
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...