'Recordo-te'


recordo-te a respirar ali


a casa no silêncio
o silêncio em ti
tu em mim

e depois não me lembro de mais nada






Sarah Adamopoulos
11 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!