Queres saber quem sou?

Eu sou a que te olha e espia para te recolher

e depois guardar num lugar que é só meu.

Para isso serve o papel.

O resto não precisas saber.

Nem convém.

Só te ia distrair, podes crer.

Eu sou a que mergulha as mãos na tua vida

para sentir a minha voltar






Pedro Paixão
19 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!