Que seja ele, que seja exatamente este o porto. Mesmo para odiá-lo apaixonadamente algumas vezes…


Caio Fernando Abreu
14 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!