Ah! Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante...



Perdoai,
Mas eu preciso ser Outros.
Eu penso renovar o homem usando borboletas


Manoel de Barros
4 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!