O vento diz coisas que meu rosto entende.


Pedro Pondé.
10 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!