Privado de uma paixão, o ser humano ficaria mutilado, como se o privassem de um dos sentidos.


Émile Zola
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!