o que te marca
não foi gravado a ferro em brasa

nem à faca.

o que te marca
é o sonho que não ousaste,
é o medo que não te larga.

o que te marca
é o beijo que te falta.



Ademir Antonio Bacca
11 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!