terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Não pertenço a lugar algum
Eu posso ir e vir como eu quero
Nada me toca nem aprisiona

Vou pairando leve, leve....
Acima da carne e do metal

Eu possuo muitas coisas
E nada disso me possui...



Pitty
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...