E a loucura?



porque a loucura
     deve ser rasgada por dentro
            com as mãos cravadas numa ponte
                  acesa ao abismo




Gil T. Sousa
9 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!