Certa noite, uma estrela cavalgava entre as nuvens, e eu disse-lhe

DeVoRa-Me!



Virginia Woolf
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!