...é noite de não te saber



entre os meus braços
da falta de ti à minha volta
e dentro

é noite aguda...




Eugênia Fortes
10 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!