'adeu-se'

O que não escrevi:
 C.A.L.O.u-M.E.
O que não fiz:
P.A.R.T.I.u-M.E.
O que não senti:
 D.O.E.u-S.E.
O que não vivi:
 M.O.R.R.E.u-S.E.
O que adiei:
a.d.e.U-s.e.




Affonso Romano de Sant'Anna
10 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!