Quereres


Onde queres o ato eu sou o espírito,

e onde queres ternura eu sou tesão
Onde queres o livre decassílabo,
e onde buscas o anjo eu sou mulher
Onde queres prazer, sou o que dói

E onde queres tortura, mansidão...



Ah, bruta flor do querer,
Ah, bruta flor, bruta flor...



Caetano Veloso
8 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!