Noites de um verão qualquer
Sob sua pele encontrei abrigo

Pra gente se dEVOrAR
Na ÓRBITA do SEU UMBIGO


(...)





Skank
12 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!