sábado, 28 de janeiro de 2012


Noites de um verão qualquer
Sob sua pele encontrei abrigo

Pra gente se dEVOrAR
Na ÓRBITA do SEU UMBIGO


(...)





Skank
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...