- Não está com uma cara boa - sentenciou.
- Indigestão - repliquei.
- De quê?
- De realidade.



Carlos Ruiz Zafón
11 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!