Lambeu as lágrimas que escorriam, manchando a língua de tristezas. Quando o vazio é muito grande, as lágrimas são transparentes.



Rita Apoena
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!