CoRRia, quem sabe, numa tentativa de fazer com que o encanto saísse do coração junto ao suor do corpo. Mas o encanto não costuma sair facilmente de onde mora. De onde gosta de brilhar.



Ana Jácomo
7 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!